Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Fim da linha

Ex-presidente do Egito Mohamed Morsi é condenado à morte

Ele pode correr da sentença, que será submetida ao mufti, autoridade religiosa máxima do país. Condenação é por fuga da prisão em 2011.

16/05/2015

Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

Ex-presidente do Egito Mohamed Morsi é condenado à morte

O presidente deposto do Egito Mohamed Morsi foi condenado à morte neste sábado (16), por fugir da prisão, em 2011, durante a revolução que derrubou o então líder Hosni Mubarak.

A defesa de Morsi poderá recorrer da senteça, que ainda deve ser submetida ao mufti, autoridade máxima religiosa do país. A decisão definitiva deve sair em 2 de junho.

A Anistia Internacional chamou a decisão da corte egípcia de pedir a pena de morte para o presidente deposto Mohamed Mursi de "uma charada baseada em procedimentos nulos e sem efeito" e exigiu sua liberação ou um novo julgamento em tribunal civil.

O ex-líder foi deposto pelos militares em julho de 2013, depois de vários dias de grandes protestos nas ruas do país. O golpe foi liderado pelo então chefe do Exército e atual presidente, Abdul Fatah al Sisi.

Ataque

Três juízes egípcios morreram e duas pessoas ficaram feridas em um ataque cometido no norte do Sinai, afirmou um policial à AFP.

Segundo a EFE, os agressores mataram a tiros os três juízes e o motorista do veículo e feriram outro juiz. O ataque ocorreu na região de Al Masaid, na entrada ocidental de Al Arish, disse o governador da região, Abdul Fatah Harhur.

Outra condenação

Em abril, Morsi foi sentenciado a 20 anos de prisão por incidentes violentos e mortes nas imediações do palácio presidencial de Itihadiya em dezembro de 2012.

Além dele, vários integrantes da Irmandade Muçulmana, como Essam al Arian, vice-presidente do Partido Liberdade e Justiça (PLJ) – braço político da Irmandade –, e o membro do comitê executivo da legenda, Mohammed Beltagui, foram condenados.

Morsi enfrenta ainda outras acusações, entre elas insultar o judiciário e entregar informações confidenciais a países e organizações estrangeiros.

Desde a queda de Morsi, as autoridades vêm perseguindo os simpatizantes, integrantes e líderes da Irmandade Muçulmana, declarada como grupo terrorista pelo país em dezembro de 2013.

Direto ao Ponto

Detran tem Superfaturamento de 307%

O pregão presencial 050/2014/SAD foi realizado em maio de 2014, com três concorrentes,

Várzea Grande busca solução pro lixo

Secretária fez visita na Central de Gerenciamento de Resíduos de Cuiabá para

Rua será interditada

O acesso para o comércio e moradores do local será garantido.

Médico vibra com remédios no PS de VG

Há a suspeita, inclusive, de que vários tipos de produtos podem ter sido desviados


Shopping Popular estreia na Copa Centro América no próximo dia 5

Indicação de Ferrinho a liderança da prefeita mostra apoio a UNIVAB

UPA de Várzea Grande pode ter apoio de custeio dos 3 poderes

Obra do atacadão em VG inicia quarta-feira (3)

Segurança inaugura nova Central de Ocorrências

Obras alteram trânsito na avenida do CPA por quatro dias

Namorado é o principal suspeito de matar acadêmica de Direito

Governo quer tirar brasileirão da CBF


Entrevista
da Semana

Cláudia

Correiopress

Novo Projeto

Cláudia "Marajá" aponta caminho para uma possível candidatura em 2016

Cláudia Bruehmueller é empresária e fala um pouco de sua vida, projetos e opina sobre a situação de Várzea Grande hoje.

leia mais

Empresa & Cia

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

Web

Unidades prontas

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

O empreendimento é localizado no coração do Centro Político e Administrativo.

leia mais

ENQUETE

SUMMOS CRIATIVOS

Developer and Summos Criativos Correio V�rzea Grandense / Correio Press - Av. Eurico Gaspar Dutra, Quadra 41, Lote 01, Sala 01. Jardim Aeroporto - V�rzea Grande - Telefone: (65) 3029.2830 / (65) 9981-2053 Developer Copyright ® 2015-2021