Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Grande Cuiabá

TCE cobra do governo data de conclusão do VLT

Decisão determina plano de manutenção da Arena e prazo final do VLT, novo cronograma do governo prioriza 14 obras de mobilidade urbana.

17/05/2015

Leandro J. Nascimento / G1

TCE cobra do governo data de conclusão do VLT

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinou que o governo de Mato Grosso encaminhe informações e documentos sobre o cronograma de todas as obras atrasadas da Copa, com detalhes de previsão de custos, reinício e conclusão de projetos que incluem o Veículo Leve sobre os Trilhos (VLT) e a Arena Pantanal. A Secretaria Estadual de Cidades (Secid) terá o prazo de cinco dias para atender a determinação feita pelo conselheiro e vice-presidente do TCE, José Carlos Novelli. Ao G1, a Secid informou que o TCE vem atuando em conjunto com a pasta e que as informações e andamentos têm sido acompanhados pelo Tribunal.

Ele ressalta, por exemplo, que os vagões do VLT estão desde o último ano no pátio do Centro de Manutenção e Operações, localizado em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, cuja conclusão das obras poderá ocorrer somente em 2018, conforme prevê o consórcio responsável pela implantação do metrô de superfície. De acordo com a decisão do conselheiro, de imediato é exigido ao governo um plano de manutenção dos vagões até o início da operação do sistema.

Também o termo inicial do prazo de garantia das unidades veiculares pelo fabricante, além do custo total para o retorno do VLT. Problemas de desapropriação dos imóveis no trajeto do modal são apontados pelo conselheiro que requereu o cronograma físico e financeiro para a implementação.

Orçado em R$ 1,4 bilhões, o VLT deveria ter sido finalizado em março de 2014, com dois eixos, CPA-Aeroporto e Coxipó-Centro. Atualmente as obras estão paralisadas. Informações sobre o levantamento logístico para a composição da tarifa a ser paga pelos passageiros foram solicitadas pelo TCE, que citou como base o valor de R$ 3,99 mencionado anteriormente pela extinta Secopa.

O governo deverá também apresentar um plano de correção de falhas na execução das obras, como o viaduto da Sefaz, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), por exemplo, que está interditado desde o ano passado por apresentar problemas estruturais. As demais obras que ainda não foram finalizadas e que integram o pacote de mobilidade urbana na Grande Cuiabá deverão indicar datas de reinício e conclusão dos serviços, além da estimativa final de custo.

Sobre a Arena Pantanal, o conselheiro determina a apresentação de um plano de manutenção permanente e de conservação da parte física, “haja vista que vários setores estão se deteriorando, conforme constatado em vistoria técnica realizada no último dia 11 pela Secretaria de Controle Externo de Obras e Serviços de Engenharia do Tribunal de Contas”, informou em trecho do documento enviado ao governo.

Prioridades

A Secretaria Estadual de Cidades havia divulgado o novo cronograma de obras de mobilidade urbana nesta quinta-feira (14), com a previsão de que 10 obras atrasadas deverão ser concluídas até dezembro deste ano e outras quatro, em 2016. Para o retorno dos serviços, o governo prevê inicialmente custo de 50 milhões. Contudo, no pacote não está previsto o término das obras do Veículo Leve Sobre os Trilhos, que ligará Cuiabá a Várzea Grande, e nem da Arena Pantanal.

Outro lado

A Secid informou, por meio de nota, que tem atuado em conjunto com órgãos de fiscalização e controle, como os Tribunais de Contas da União (TCU) e do Estado (TCE), Ministério Público (MPE), Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa (ALMT). Conforme a pasta, essas entidades e instituições têm tido acesso total aos contratos e demais documentos referentes às obras de mobilidade urbana da Copa do Mundo de 2014 e ao Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).
Informou ainda que, depois que os contratos da extinta Secopa (Secretaria da Copa) foram remanejados para a Secic, profissionais do TCE foram também para a sede da pasta, e que todas as informações e andamentos têm sido acompanhados pelo TCE.
G1

Direto ao Ponto

Detran tem Superfaturamento de 307%

O pregão presencial 050/2014/SAD foi realizado em maio de 2014, com três concorrentes,

Várzea Grande busca solução pro lixo

Secretária fez visita na Central de Gerenciamento de Resíduos de Cuiabá para

Rua será interditada

O acesso para o comércio e moradores do local será garantido.

Médico vibra com remédios no PS de VG

Há a suspeita, inclusive, de que vários tipos de produtos podem ter sido desviados


Shopping Popular estreia na Copa Centro América no próximo dia 5

Indicação de Ferrinho a liderança da prefeita mostra apoio a UNIVAB

UPA de Várzea Grande pode ter apoio de custeio dos 3 poderes

Obra do atacadão em VG inicia quarta-feira (3)

Segurança inaugura nova Central de Ocorrências

Obras alteram trânsito na avenida do CPA por quatro dias

Namorado é o principal suspeito de matar acadêmica de Direito

Governo quer tirar brasileirão da CBF


Entrevista
da Semana

Cláudia

Correiopress

Novo Projeto

Cláudia "Marajá" aponta caminho para uma possível candidatura em 2016

Cláudia Bruehmueller é empresária e fala um pouco de sua vida, projetos e opina sobre a situação de Várzea Grande hoje.

leia mais

Empresa & Cia

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

Web

Unidades prontas

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

O empreendimento é localizado no coração do Centro Político e Administrativo.

leia mais

ENQUETE

SUMMOS CRIATIVOS

Developer and Summos Criativos Correio V�rzea Grandense / Correio Press - Av. Eurico Gaspar Dutra, Quadra 41, Lote 01, Sala 01. Jardim Aeroporto - V�rzea Grande - Telefone: (65) 3029.2830 / (65) 9981-2053 Developer Copyright ® 2015-2021