Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

SOB SUSPEITA

Governo cancela concessão de R$ 125 milhões da Ceasa-MT

Central de Abastecimento tinha como meta ordenar o abastecimento de gêneros alimentícios

19/05/2015

Governo cancela concessão de R$ 125 milhões da Ceasa-MT

O contrato de concessão da Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa-MT) foi anulado pelo governador Pedro Taques (PDT) por suspeitas de irregularidades.

O despacho foi publicado no Diário Oficial do Estado que circula nesta segunda-feira (18).

De acordo com o documento, o contrato não continha um projeto básico, o que poderia trazer prejuízos ao Estado, além de resultar em atrasos, cancelamentos e superfaturamento nas obras.

O contrato de concessão da Ceasa-MT foi assinado no dia 17 de dezembro, ainda no mandato do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

A empresa Ambiental Engenharia S.A. venceu o certame, avaliado em R$ 125 milhões, para operacionalizar a Central de Abastecimento durante 30 anos, prorrogáveis por mais 30.

O local serviria para a comercialização de produtos agropecuários e hortifrutigranjeiros.

As obras estavam programadas para ficar prontas em 2014 e seriam divididas em duas etapas. Na primeira, seria construído um miniatacado. Já a segunda, previa a construção de um shopping voltado aos produtores.

“Ademais, a ausência de projeto básico ou seus elementos pode ensejar enorme prejuízo ao Estado de Mato Grosso, pois, apesar de o Estado, inicialmente, não arcar diretamente com os custos da obra, deveria ter estabelecido previamente os elementos indispensáveis para a execução da obra, em virtude de que exigência posterior poderá ensejar em atrasos, cancelamentos, superfaturamento, repactuações, reequilíbrio econômico financeiro, e impede uma fiscalização efetiva da obra”, diz trecho da decisão do Governo.

Além disso, segundo o Estado, ficou constatado que não houve estudos técnicos preliminares para assegurar a viabilidade da licitação e da concessão, nem sequer uma demonstração de como chegou-se ao entendimento dos valores que seriam repassados ao Estado sobre o dinheiro arrecadado pela empresa que gerenciaria a Ceasa-MT.

"Desta forma, a ausência de projeto básico, de prévia estimativa dos custos da obra e da execução do contrato, de demonstração de como a Ceasa/MT chegou aos valores mínimos mensais para fixação da Taxa de Outorga pela Concessão (Concessão Remunerada de Uso-CRU) e aos valores cobrados a título de “luvas” a serem percebidas junto aos permissionários, e a ausência de ampla publicidade, ensejaram a nulidade da licitação, induzindo-se de igual maneira, a do contrato administrativo", diz a conclusão do despacho.

Conforme o despacho publicado hoje, o Governo passado teria aberto duas concorrências públicas, que foram declaradas "desertas" porque não apareceu nenhuma empresa interessada no projeto.

Ceasa

A Ceasa-MT foi criada pela Lei Estadual nº 9.913, do dia 15 de maio de 2013, com o objetivo de fomentar a agricultura familiar e ordenar o abastecimento de gêneros alimentícios em Mato Grosso.

À época, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf) informou que a implantação do entreposto envolvia uma tecnologia de logística e comercialização centralizada e que propiciaria uma natural redução nos preços de produtos agroalimentares, oriundos de outras regiões brasileiras e de países vizinhos, como Argentina, Chile e Colômbia.

Atualmente, este entreposto funciona na Ceasa de São Paulo, que distribui para o resto do país, o que aumenta consideravelmente o custo do frete e governo já estuda novo modelo.

Direto ao Ponto

Detran tem Superfaturamento de 307%

O pregão presencial 050/2014/SAD foi realizado em maio de 2014, com três concorrentes,

Várzea Grande busca solução pro lixo

Secretária fez visita na Central de Gerenciamento de Resíduos de Cuiabá para

Rua será interditada

O acesso para o comércio e moradores do local será garantido.

Médico vibra com remédios no PS de VG

Há a suspeita, inclusive, de que vários tipos de produtos podem ter sido desviados


Shopping Popular estreia na Copa Centro América no próximo dia 5

Indicação de Ferrinho a liderança da prefeita mostra apoio a UNIVAB

UPA de Várzea Grande pode ter apoio de custeio dos 3 poderes

Obra do atacadão em VG inicia quarta-feira (3)

Segurança inaugura nova Central de Ocorrências

Obras alteram trânsito na avenida do CPA por quatro dias

Namorado é o principal suspeito de matar acadêmica de Direito

Governo quer tirar brasileirão da CBF


Entrevista
da Semana

Cláudia

Correiopress

Novo Projeto

Cláudia "Marajá" aponta caminho para uma possível candidatura em 2016

Cláudia Bruehmueller é empresária e fala um pouco de sua vida, projetos e opina sobre a situação de Várzea Grande hoje.

leia mais

Empresa & Cia

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

Web

Unidades prontas

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

O empreendimento é localizado no coração do Centro Político e Administrativo.

leia mais

ENQUETE

SUMMOS CRIATIVOS

Developer and Summos Criativos Correio V�rzea Grandense / Correio Press - Av. Eurico Gaspar Dutra, Quadra 41, Lote 01, Sala 01. Jardim Aeroporto - V�rzea Grande - Telefone: (65) 3029.2830 / (65) 9981-2053 Developer Copyright ® 2015-2021