Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

COMIDA DE RUA

Vendedores de comida de rua criam associação e cobram aprovação de lei

Com a presença de mais de 400 vendedores ambulantes que comercializam alimentos em Cuiabá, foi fundada na noite desta segunda-feira (18)

20/05/2015

Leonardo Arruda

Vendedores de comida de rua criam associação e cobram aprovação de lei

Da Redação

Com a presença de mais de 400 vendedores ambulantes que comercializam alimentos em Cuiabá, foi fundada na noite desta segunda-feira (18), em assembleia geral da categoria, a Associação Cuiabana de Comida de Rua (ACCR). Na ocasião, foi aprovado o estatuto social da ACCR e eleita a primeira diretoria que terá mandato de três anos.

"A assembleia que criou uma associação para defender os interesses dos vendedores de ambulantes foi muito representativa, o que demonstrou que a categoria entendeu que somente com os trabalhadores organizados através de uma entidade é que teremos mais força para lutar pela manutenção dos nossos empregos através da comida de rua, que é uma atividade que tem proporcionado renda para milhares de pessoas sustentarem suas famílias", disse a presidente eleita da ACCR, Marlene Barbosa.

Um dos assuntos também discutidos na assembleia de fundação da associação foi a necessidade do governo municipal negociar com a diretoria da ACCR pontos divergentes do projeto de lei encaminhado pelo executivo à Câmara Municipal que regulamenta a atividade dos vendedores ambulantes de comida de rua. Na assembleia foi definido que alguns pontos da proposta do governo carecem de negociação com a categoria para a sua aprovação pelos vereadores na Câmara Municipal.

Vendedores de comida de rua criam associação e cobram aprovação de lei

"Em fevereiro de 2014 o vereador Dilemário Alencar apresentou uma proposta debatida com os vendedores ambulantes de alimentos para regulamentar a atividade da categoria. Ocorre que a pedido do prefeito municipal o projeto do vereador foi retirado da pauta de votação da Câmara com o objetivo de ser transformando em um anteprojeto para análise da Procuradoria Geral do Município. Somente na semana passada que o Executivo enviou a nova proposta. Em avaliação com a categoria, foi entendido que dos 33 artigos da proposta apresentada pela prefeitura, seis divergem da proposta original do vereador Dilemário e que precisam ser negociados para aprovação do projeto", explicou o advogado da ACCR, Tadeu Cesário.

Em Cuiabá, cerca de 2,5 vendedores ambulantes trabalham no ramo de comida de rua. Eles comercializam lanches, espetinhos, sucos, água de coco, churros, pipocas, refrigerantes, doces e frutas. A necessidade da aprovação de uma lei que regulamente esta atividade deve-se ao fato de que a lei 004 de 1992 proíbe qualquer comércio de alimentos em logradouros públicos.

"Por falta de uma nova lei que regulamente a nossa atividade, temos convivido há muito tempo com a angústia de sermos retirados dos nossos locais de trabalho. Não é socialmente justa a proibição dessa atividade em que trabalhamos há anos. Aliás, a venda da comida de rua é cultural, pois quem não gosta de encontrar em um espaço público de fácil acesso um lanche ou um suco a preço bastante acessível. O que queremos é nos organizar para ter uma relação jurídica com a prefeitura através de uma lei onde possamos usar espaços públicos para trabalhar pagando um alvará social", disse o vendedor de cachorro quente, conhecido como 'Zé Dog', que trabalha há 27 anos na Praça Clóvis Cardoso.

Vendedores de comida de rua criam associação e cobram aprovação de lei

"Temos um grande problema em Cuiabá, falta de expressões culturais, mas esta se avançando com a criação desta Associação que será presidida pela Marlene, pois nós trabalhadores de rua damos a opção do trabalhador ou cidadão de ter opção, trabalho a 14 Anos com isso já fui perseguida por falta de um lei que nos ampare, já me tiraram do lugar ou seja fazem o que quer, vamos lutar todos juntos e organizados mostrar que somos pessoas de bem querem o bem de Cuiabá", Frisa Karina Oliveira do Conselho Fiscal.

A diretoria eleita a ACCR ficou assim constituída: Presidente: Marlene Rodrigues Terterelia Barbosa; vice-presidente: Deykso da Silva Brito; primeiro secretário: Joilton Benedito Padilha da Costa; segundo secretário: Sheila Melissa Martinez de Melo; primeiro tesoureiro: Nivanildo João da Silva; segundo tesoureiro: Salim Lacerda da Silva; diretor social: Lúcio Omar Antônio Paes; diretora de comunicação: Virgínia Gomes Presidente do Conselho Fiscal: Karina de Brito Oliveira

Direto ao Ponto

Detran tem Superfaturamento de 307%

O pregão presencial 050/2014/SAD foi realizado em maio de 2014, com três concorrentes,

Várzea Grande busca solução pro lixo

Secretária fez visita na Central de Gerenciamento de Resíduos de Cuiabá para

Rua será interditada

O acesso para o comércio e moradores do local será garantido.

Médico vibra com remédios no PS de VG

Há a suspeita, inclusive, de que vários tipos de produtos podem ter sido desviados


Shopping Popular estreia na Copa Centro América no próximo dia 5

Indicação de Ferrinho a liderança da prefeita mostra apoio a UNIVAB

UPA de Várzea Grande pode ter apoio de custeio dos 3 poderes

Obra do atacadão em VG inicia quarta-feira (3)

Segurança inaugura nova Central de Ocorrências

Obras alteram trânsito na avenida do CPA por quatro dias

Namorado é o principal suspeito de matar acadêmica de Direito

Governo quer tirar brasileirão da CBF


Entrevista
da Semana

Cláudia

Correiopress

Novo Projeto

Cláudia "Marajá" aponta caminho para uma possível candidatura em 2016

Cláudia Bruehmueller é empresária e fala um pouco de sua vida, projetos e opina sobre a situação de Várzea Grande hoje.

leia mais

Empresa & Cia

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

Web

Unidades prontas

Empreendimento Concorde é lançado em Cuiabá pela GMS

O empreendimento é localizado no coração do Centro Político e Administrativo.

leia mais

ENQUETE

SUMMOS CRIATIVOS

Developer and Summos Criativos Correio V�rzea Grandense / Correio Press - Av. Eurico Gaspar Dutra, Quadra 41, Lote 01, Sala 01. Jardim Aeroporto - V�rzea Grande - Telefone: (65) 3029.2830 / (65) 9981-2053 Developer Copyright ® 2015-2021